Onde estão os recursos para a formação profissional do trabalhador em Turismo do Brasil?
 

Nosso setor tem hoje um déficit aproximado de um milhão de trabalhadores que precisamos para o desenvolvimento de nossa atividade, e ainda a necessidade notória de urgente qualificação de nossas brigadas operacionais. Isto não é segredo para ninguém, todos sabemos, e principalmente o consumidor das atividades de Turismo, Hospitalidade e Gastronomia, brasileiro ou estrangeiro, que muitas vezes reclama da baixa qualidade do atendimento em grande parte dos serviços no Brasil. O ponto alto no atendimento geralmente é a enorme simpatia do trabalhador brasileiro, mas que infelizmente tem um baixo nível técnico.

O que poucos sabem, é que a verba para esta formação e qualificação que cabe aos trabalhadores do TURISMO está hoje na mão dos empresários do COMÉRCIO, através da Confederação Nacional do Comércio.

O fato que o setor precisa de um milhão de novos trabalhadores no Turismo nos levou a refletir: para onde vão os recursos proveniente das empresas de Turismo que cabem aos trabalhadores do Turismo brasileiro? Vão para a formação dos trabalhadores do Comércio, e não para a formação dos profissionais de Turismo que nosso setor precisa, daí o déficit enorme que temos de mão de obra.

Para onde vão os vários bilhões de reais por ano, arrecadados há mais de 70 anos pelo Sesc e Senac para formar e dar qualidade de vida aos trabalhadores, e deste recurso os cerca de 40% que deveriam ser destinados exclusivamente ao setor de Turismo? Estes recursos deveriam ir para a formação de novos profissionais e requalificação dos trabalhadores e profissionais do setor de Turismo.

Hoje a arrecadação descontada da folha de pagamento das empresas do NOSSO setor de TURISMO, que deveria servir exclusivamente para a formação profissional, cultural e desenvolvimento social dos nossos trabalhadores, vai parar integralmente no comando político da patronal de outro setor de atividade, que não o nosso. Além disso, para se matricular em um curso profissionalizante do Senac o preço da mensalidade é hoje tão caro que impede o acesso dos trabalhadores, tendo o Senac se transformado em uma escola de elite. Na verdade estes cursos deveriam ser GRATUITOS para os NOSSOS trabalhadores.

A desunião de parte do setor de Turismo acaba por enfraquecer a nossa própria atividade e prolongar aberrações como este desvio de destinação de verbas setoriais. Turismo não é Comércio, nossa atividade tem características próprias, em todos seus segmentos é regida por sistemas próprios, complexos e diferentes da simples compra e venda, somos um setor transdisciplinar, gerador de riquezas maiores do que a mercadoria comercial, o Turismo em suas atividades diretas gera cultura e paz, gera desenvolvimento regional, gera riqueza de marca territorial, percepção e grandeza ao nosso país, e é propulsor primário da economia de muitos outros segmentos a ele atrelados.

Por isto está na hora do setor do Turismo se unir para conquistar este seu direito legítimo: o dinheiro do TURISMO deve ir para o TURISMO! Defenda esta bandeira!

Departamento de Comunicação CNTur
 
ERRATA: 
Na edição nº 5 do Boletim Informativo CNTur, na matéria "Prepare-se para as Exigências do eSocial", quinto parágrafo, onde se lê: "No segundo semestre do ano que vem...", o correto é "No segundo semestre de 2014..."
  Radar CNTur
 

Turistas Emergentes Visitam Mais o Brasil
Os turistas dos países emergentes do grupo Brics estão ampliando sua participação no fluxo de turistas internacionais para o território brasileiro.

Leia mais

Copa: 30% dos Turistas Tem Renda Maior que R$ 20 mil
O Ministério do Turismo traçou o perfil do turista que visitou a última Copa do Mundo em parceria com a FIPE - Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas.

Leia mais

Secretaria do Turismo oferece curso de capacitação de Gestão em Turismo
O programa terá duração de 248 horas, podendo ser presencial ou à distância.

Leia mais

Persona non grata
Em reunião realizada na sede da entidade em São Paulo no dia 11 de fevereiro, a Fhoresp declarou, por unanimidade de seus diretores, o Sr. Alexandre Sampaio como persona non grata da categoria.

Leia mais

  Siga nossas notícias no Facebook

Copa Terá Cartilha de Direito do Consumidor para Turistas
Os turistas que desembarcarem nos aeroportos brasileiros para a Copa do Mundo terão acesso a uma cartilha sobre os direitos do consumidor no país.
Ver mais

Demanda por Voo Doméstico Cresce 1,36% em 2013
A ANAC - Agência Nacional de Aviação Civil informou que a demanda do transporte aéreo doméstico de passageiros (medida em Passageiros Quilômetro Pago Transportado - RPK) registrou crescimento de 1,36% em 2013.
Ver mais